Rotina, Nárnia e go go rangers.

Señoras y señores lectores del fnpedia, buenas tardes.

É com imenso prazer que lhes digo: – voltei a ler! Estou falando, é claro, da minha alegria em poder devorar livros em poucas lidas e, em um curto período. Fazia tempo que não entrava num ‘conto de fadas’, derrotava os violões e saía querendo mais. Pensei até, ter perdido o gosto pela literatua (não mesmo). Nas duas ultimas semanas li quatro obras, A Dança Macabra – Stephen king, O Lago das Lágrimas – Emily Rodda, Histórias Extraordinárias – Edgar Allan Poe,  Raio X da Mente Humana (o autor é um palestrante brasileiro e o conteúdo não vale a sua própria celulose). Bom, vamos ao assunto que irei expor hoje: As Crônicas de Nárnia.

Poderiam ser escritos vááários e longos artigos sobre está série de livros escrita pelo irlandês C.S. Lewis. Está série me intrigou e, ainda me intriga pela, sua conexão com os ideais cristãos. O próprio escritor já escreveu alguns trabalhos teológicos.

Não darei muitos detalhes sobre o enredo, para não estragar o prazer de quem ainda não leu. O bem combatendo o mal, animais falantes, faunos, minotauros, anões, feiticeiras, duendes, gigantes, dríades, tudo isso misturado com muita aventura e uma pitada de suspense. Contos de fadas são sempre contos de fadas.

Ao desencadear dos fatos, acontecem muitas situações realmente parecidas com textos encontrados Bíblia, como pode-se ver no primeiro livro (segundo a ordem cronológica) O Sobrinho do Mago, conta a história da criação de Nárnia, com direito a fruto proíbido e tudo.=D

A temática cristã é o assunto que mais era polêmica entre críticos e leitores. Alguns cristãos colocam a série como um meio de evangelização, outros dizem que é um meio de passar ensinamentos pagãos. Minha opinião? -Os valores cristãos (acredito que estejam presentes), são descritos com muita sutileza, na maior parte da obra e, é preciso ter muito conhecimentos sobre estes para perceber a apologia muitas vezes colocada.

Contudo, é uma história muito encantadora, capaz de fazer o leitor suar em muitos momentos, rir e chorar em outros, nada comparada a saga O Senhor dos Anéis (postarei algo sobre a triologia), do genial J.R.R. Tolkien (amigo de C.S. Lewis), mas um bom texto.

Ordem Cronológica:

*O Sobrinho do Mago (1955)

*O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa (1950)

*O Cavalo e seu Menino (1954)

*Príncipe Caspian (1951)

*A Viagem do Peregrino da Alvorada (1952)

*A Cadeira de Prata (1953)

*A Última Batalha (1956)

Segundo o que percerbi, a disney está lançando os filmes segundo sua ordem de públicação, isso quer dizer que fãs dos longas, com preguiça de ler os livros, serão um saco até não assistirem todos, quem leu, evite discutir com esse pessoal. =D

Imagem do último filme, Príncipe Caspian.

[OFF] Estou lendo o livro Mentiras no Divã – Irvin D. Yalom. Não pretendo escrever nada sobre ele.

P.S.: Go Go Power Rangers.

Anúncios

5 Respostas

  1. Bao taaaaméééém!”!

    =D

  2. Bom, muito bom, agurdo algo sobre o Senhor dos aneis,

    abrasso

  3. Bom, está ótimo.

    OBS: O Édipo escreveu “abrasso”. =)

    Bom trabalho amigo.

    Abraço.

  4. Tem uma mensagem subliminar ao lado do calendário.
    Pelo oque posso perceber, é parecido com isso.
    “=)”

    ASDOPpoAKSDpok

    Abraço. ¬¬’

  5. Marlon, orbigado, to ficando loco mesmo, abrasso que merda eu escrevi, mas eu SEI escrever ABRAÇO TA BOM 🙂

    Abraço para todos 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: